sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Mas... E Depois Que O Natal Passar?


No final do primeiro semestre deste ano, recebi a missão de iniciar um projeto social. A ideia era colaborar com alguma instituição sem fins lucrativos ou com alguém que estivesse precisando de algum tipo de auxílio.

Para isto, eu precisava também buscar parceiros que se disponibilizassem a contribuir de alguma forma com este projeto.

Bem, visitei uma instituição que atende crianças carentes e me comprometi com a responsável, em, no mês de dezembro, levar alguns presentes para as crianças.

Com o passar do tempo acabei conseguindo o apoio de algumas pessoas. Um mês antes de levar as doações, liguei para a responsável pela instituição e durante a conversa percebi que os mesmos estavam passando por grandes dificuldades, então, resolvi que deveríamos antecipar a entrega e doar algo que seria mais útil para o momento do que os presentes que seriam doados na época do natal.

Acho que foi uma decisão acertada. Há alguns dias, eu soube que a instituição recebeu várias visitas com diversos presentes para as crianças.

No final de tudo isto tive uma ótima notícia e um grande aprendizado.

A ótima notícia é que das poucas pessoas que colaboraram, três manifestaram o desejo de continuar ajudando no projeto. Entendo que isto é algo tão importante ou até mais importante do que a própria doação.

E o aprendizado que tive é que não devemos focar somente no natal como época para auxiliar alguém e que nem sempre o que estamos pensando em doar é algo que realmente as pessoas precisam.

É importante que estejamos sempre dispostos a ajudar independentemente da época e que lembremos sempre que caridade não se restringe a doações materiais. Existem pessoas que só precisam de um sorriso, um abraço ou alguém que apenas os ouça. 

Pensemos nisto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário